Natale con i tuoi , Pasqua con chi vuoi


Este foi o meu primeiro Domingo de Páscoa sem ovos de chocolate.

Fui passear por Siena com a minha amiga Neuza e chegámos à conclusão de que a parte do dito italiano que refere que podemos passar a Pácoa com quem quisermos é subjectiva. Porque na Piazza del Campo não podemos proibir as pessoas de se sentarem ao nosso lado, nem de falarem connosco. O que podemos fazer é não responder, ou dizer apenas “nada” “não” e virar a cara. O que se verifica insuficiente face a turistas da Europa do leste com a mania que são italianos e com abordagens como “Dame un bacio”. Pois mais depressa lhe dávamos um pontapé na cabeça!
E quando pensámos que tinha percebido a mensagem já que havia regressado para junto de seus amigos, redondamente nos enganámos. Foi buscar reforços! E com outro turista de leste feio, novamente se sentaram a nosso lado tentando descobrir a nossa nacionalidade, a qual, vá-se lá saber porquê, decidiram que era francesa!
Quando finalmente partiram para outras abordagens, chegaram a Ana, a Vanessa e a Alana, e como não nos viram, ao pé de quem é que se foram sentar? Dos turistas feios e chatos ao cubo, da Europa do Leste!!! Rapidamente as resgatámos e juntas ficámos a ver grupos de raparigas a irem para o outro lado da Piazza conforme os turistas feios da Europa do leste iam avançando com as suas “abordagens alla italiana”.
Como se já não bastassem os italianos!
O resto do Domingo de Páscoa foi tranquilo, passado a tirar fotografias por essa Siena afora!
E se por um lado foi o meu primeiro Domingo de Páscoa sem ovos de chocolate, por outro foi também o primeiro Domingo de Páscoa com tortilhas e biscoitos caseiros! Ah pois é! Já cá estão a Senhora Menchaca e as suas duas amigas! Na verdade eram 3, mas uma perdeu o avião porque como diz o meu “compagno”, ela é “del pueblo” e não está habituada a viagens nem burocracias. Por isso, quando chegou ao aeroporto, não a deixaram embarcar porque o seu BI estava caducado há dois anos…
Parece que esta senhora que perdeu o avião era na verdade “il cappo” das outras 3. Segundo o “compagno” sempre que quer pedir alguma coisa à mãe, o truque é falar com o “cappo” (foi assim que conseguiu a sua mesada aumentada). Mas mesmo sem a presença do “cappo” a cena espanhola estava “muy buena”!!!
Churiço e patés da "avuela", e tortilha feita por quem sabe, com biscoitos caseiros de sobremesa! Ter a comida pronta sabe sempre bem, se a comida for boa então melhor ainda, e perfeito só mesmo quando as cozinheiras também deixam a cozinha toda arrumadinha! Estas chicas são muy ricas!!!
Foi então um Domingo de Páscoa muito peculiar e estava a ser muito divertido até os vizinhos começarem a bater na parede, incomodados pelas nossas gargalhadas e conversa animada, com a senhora Menchaca e as amigas. Afinal já passavam 5 minutos das 11! E claro que a essa hora já não é hora de estar a rir!
Tenho cá para mim que não devo ter sido a única sem ovos de chocolate esta Páscoa. Mas enquanto eu superei a crise positivamente, outros guardaram recalcamentos que depois libertaram num incessar de exuberantes murros contra a nossa parede da cozinha.

Pais, comprem ovos de chocolate aos vossos filhos. Netos, partilhem os vossos ovos de chocolate com os avós, se não eles não vão dormir felizes (e ainda vão tentar destruir a felicidade alheia, e de caminho, as paredes também)!

Comentários

Topo Gigio disse…
E se os senhores de ao lado quisessem era meter conversa com as senhoras que vos visitavam? Eles nunca reclamaram antes? Ou as gargalhadas seriam tão altas que nem se escutaria? Chi lo sa...
Alê disse…
Se os senhores do lado quisessem meterconversa com as chicas tocavam a porta! Nao é a primeira vez q acontece é a terceira desde q estou la a viver, e nunca fiz nenhuma "rave" em casa. Nao se pode rir nem falar que eles começam lg a mandar as paredes abaixo! E antes de eu ca estar até chamaram a policia uma vez!
Como se diz em Italia "che paleeeeeeee!"

Mensagens populares deste blogue

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens

Um fim de ano especial, com festa no Palácio Real!