Agonias de últimos dias


Acordo com o barulho. Olho em frente. Está um senhor montado num escadote, quase colado ao virdo da minha janela. O senhor está a fazr um buraco na parede mesmo ao lado do meu quarto!

É então com esta boa disposição, impulsionada por barulhos das obras às 8 da manhã, que têm começado as minhas últimas manhãs em terras de Palio.
Quando as mnhas amigas cá estiveram, em Fevereiro, falaram-me de uma "miss simpatia" que trabalhava no balcão de informações dos autocarros e quase nos fazia pedir desculpa por lhe ter pedido uma informação. Creio que ontem tive, finalmente, o prazer de conhece-la! Fui pedir informações sobre a nova linha de autocarro Siena - Aeroporto de Pisa. Ela olhou-me como se eu fosse a amante do seu marido ou coisa parecida e respondeu "Não vês que tens o papel aí ao lado! Mesmo em frente aos olhos!!!". O papel dizia que a linha só estará em funcionamento a partir de dia 7 de Julho. Como eu me vou embora dia 5, em vez de apanhar 1 autocarro na Piazza Gramsci,a qual é a 10 minutos a pé de minha casa, que vai directo ao aeroporto, terei de apanhar um taxi para a estação de comboios, trocar de comboio em Empoli com a bagagem toda, e apanhar um outro taxi para o aeroporto, na estação de Pisa.
Com esta ideia em mente, regressei à fila dos correios, onde já só fatavam 10 números para ser eu. Tinha que enviar 3 pacotes com 16 kg no total. Porquê em 3 pacotes e não apenas em um? Porque nos correios, quando por acaso está lá alguém para vender pacotes,não vendem pacotes maiores que estes que eu tinha. Portanto 3 pacotes, bem montados, porque o Juanma, antes de me ajudar a carregá-los, alertou-me para o facto de que estavam mal montados e não só os montou correctamente, como os cerrou decentemente com aquela fita adesiva castanha. (Aproveito para esclarecer que a culpa de estarem mal montados foi do Lucio, que foi quem me ajudou a montá-los.)
Duas horas depois de ter chegado aos correios, estava eu a pedir os meus pacotes bem montados de volta, porque se em vezde pagar 40€ pelos 16kg que levava, me queriam fazer pagar 103€ porque iam 3 caixas (porque eles não vendem caixas maiores!), então ,eu já não queria enviar nada!!!
Ainda assim obrigaram-me a enviar uma das caixas porque eu já tinha assinado não sei o quê. Perguntei quanto tempo levava a chegar e a senhora deu-me uma resposta, precisa que nem uma seta: "Não sei... uma semana ou duas.. ou três... não faço ideia!"
Confrontada com a eventualidade de mais de uma semana, decidi que nem podia juntar as coisas todas numa caixa só (que nem sabia onde ia arranjar) porque daqui a uma semana tou eu a ir para S.Paulo e vou precisar levar as minhas roupas e botas de Inverno!
Posto isto, lá vai a Rayan Air fazer dinheiro à minha custa outra vez.
Voltei para casa furiosa e a carregar duas caixas bem montadas, com 10kg de peso.
Em minha casa estavam os estores das janelas da sala fechados e a luz acesa porque o Juanma e o Lucio estavam a mostrar ao Menchaca as bandeiras que tinham toubado. Mas não se trata de bandeiras roubadas ali da banca da esquina. Trata-se de bandeiras autenticas, directamente arrancadas dos seus estandartes, nas ruas das respectivas contradas. Daí todas as precauções tomadas em relação à visibilidade para dentro da nossa sala! É que se descobrem que eles roubaram essas bandeiras são capazes de querer matá-los, como ao senhor que se enganou a dar a partida no outro dia (ver post antevisão do Palio).
Do contrabando de bandeiras passamos para a Piazza à noite, onde não estava ninguém, tal como no Barone.
Ficámos então de conversa com os brasileiros, que sabem cantar o hino todo do Brasil! E um deles estava-me a tentar convencer que o Marquês de Pombal tinha instituido oficialmente a lingua portuguesa no Brasil em 1500 e não sei das quantas. E eu expliquei-lhe que o Marquês de Pombal que eu conhecia, viveu no século XVIII, aquando do terramoto de 1755. E então ele disse que não era possível, que ele tinha acertado essa pergunta num exame, que então os livros de história estam todos errados e a professora dele é uma idiota. E ficou traumatizado com esta situação o rsto da noite.
Por falar em falar português, nestes dias regressou também um inglês que já cá havia estado no primeiro semestre. Chama-se Patrick e está a aprender português. E na noite do Palio mencionou, não poucas vezes, que tem um cd de português mas que está muito descontente com o seu cd de português porque só o ensina a dizer "Quântux filhous teins?" ou "Eu não souuuu casaduuu, souuuu solteirouuuu"...

O senhor do escadote foi-se embora e deixou-me uma espécie de ponte romana com tábuas de madeira à volta da janela. Agora que é meio dia está tudo silencioso. Mas às 8 da manhã era iminente furar paredes a 2 metros da minha almofada!!!

Legenda: Lucio eu e Migeul com a Bandeira da Águia, que descobri recentemente que é a minha nova contrada. Juanma com a bandeira da Tartaruga.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O síndrome de Bridget Jones

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens