"Bueno guapa, ha sido un placer vivir contigo"


Ontem devia ter acordado às 7 da manhã, para lhe dizer adeus. Mas como nem ele próprio se levantou para ir apanhar o avião, achei que não era necessário. (Sim, o Menchaca perdeu o avião para Espanha. Mantem-se a tradição!).

Hoje foi diferente. Esta manhã, por volta das 7, lá estava ele a bater na porta do meu quarto. E eu levantei-me, mais a minha cara de sono e o meu pijama da Kitty, para o ver fechar a porta de casa.
Ele abraçou-me, disse que a cara de sono me ficava bem, disse que nos víamos aqui ou ali, disse que deixava as chaves não sem onde, não me lembro. Mas tenho certeza que disse que foi um prazer viver comigo.
Eu não disse nada. Acenei que sim com a cabeça a tudo o que ele dizia, fiz-lhe adeus com a mão e disse-lhe “vou ter saudades tuas”, com os olhos.

Afinal…
…É bom saber que vão haver mais torneios de poker até às 6 da manhã na minha cozinha;
…É bom saber que não tenho de estar preocupada em comprar sprays aromatizantes e em abrir as janelas para tirar o cheiro a fumo;
…É bom saber que não tenho de estar preocupada em vir-lhe abrir a porta quando ele se esquece das chaves…
… É bom saber que não vou mais ser pressionada no sentido de abandonar a casa de banho rapidamente quando estou lá dentro a arranjar-me há meia hora
E até me posso concentrar na loiça que ele me deixou para lavar, para tentar desenvolver algum tipo de aversão à sua pessoa e assim enganar a tristeza de o ter visto sair pelas escadas para nunca mais o ver subir.

Afinal não.
È escusado, é inútil, é em vão.
Por todos os ângulos que observe, não consigo ver o lado bom de nunca mais escutar a porta a bater com força e o meu nome dito logo a seguir, com o sotaque espanhol.
Mas ouço-o agora, da minha cama, enquanto o sol se ergue lá fora. Ouço-o dizendo-o, estridente como sempre, e ainda assim lá bem ao longe…
“Àlêêêêêê!”

Comentários

Enes disse…
=,(
Espanha é já aqui ao lado...
(são aquelas coisas da treta que se dizem nesta altura...)

Mensagens populares deste blogue

O síndrome de Bridget Jones

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens