Highlights of the week


Até que ponto é importante viver no estrangeiro? Quão valorizado fica o meu currículo por ter estudado em Itália e trabalhado numa agência de RP e Comunicação em S.Paulo?
E principalmente, o que é que isso importa às outras pessoas???

Esta semana passou extremamente rápido! E isto dito por alguém que todos os dias passa à volta de 3horas e meia num autocarro que anda parado pelo transito caótico de S.Paulo, deve levantar um espanto extra! Então agora e só agora, que já todos se pasmaram num grande AAAAAAAH de espanto extra, vamos fazer um breve resumo dos pontos altos desta 3ª semana de trabalho:

2ª Feira – A Camila, que trabalha comigo, veio almoçar comigo e com a Marina (que também trabalha comigo). Durante a hora de almoço fomos ao centro comercial do contrabando onde a semana passada baixou a PF (polícia federal). Mas esta 2ª já estava tudo tranquilo e comprei uma “chapinha” para deixar os meus cabelos lisos e suaves. Curiosamente eles têm ficado com um volume estranho, num estilo palha, que tenho algumas duvidas de que seja, ou de que alguma vez tenha sido, moda… À saída do dito estabelecimento um senhor interpelou-nos na rua e ao não lhe darmos atenção, revoltou-se profundamente e gritou: “Eu ‘tou djizeeendo!!! E eu tjivi em Inglátérra!!!”. Ora aí está um argumento que nos deixa realmente sem palavras! Foi então sem responder que seguimos para o outro lado da Av. Paulista.

3ª Feira – O dia começou com aula de espanhol com o nosso professor argentino. Uma amiga de infância do meu pai levou-me a almoçar! E assim já conheço mais de 10 pessoas aqui em SP!!! Obaaaaaaa! Ah, pois, ela está só de passagem porque vive em Nova York, mas isso é 1 detalhe sem importância…
A revista Veja publicou uma notícia de 5 pgs sobre a Colômbia, com um enquadramento de imagem super positivo! Nada de drogas nem grupos revolucionários! A Colômbia como um lugar seguro e centro, em crescimento, de investimentos internacionais! Na verdade a matéria não saiu na Terça, mas dado que foi um resultado do nosso trabalho, é sempre bom mencionar! (E se eu não acrescentasse esta parte, Terça-Feira ficaria, nitidamente, em desvantagem competitiva de conteúdos em relação aos outros dias da semana!).

4ª Feira – Tive uma conversa telefónica em espanhol com um dos nossos parceiros, argentino, e descobri que afinal que o cliente quer é B2B e que portanto, temos é que arranjar soluções de mercado corporativo! Enquanto isso, andei a redigir e-mails sobre planos e orçamentos em inglês, para Taiwan, e outros sobre o mesmo assunto, mas em espanhol, para o México.
Enquanto esperava pelo autocarro (fretado), telefonei à minha mãe do “orelhão” para lhe dar os parabéns pelo seu aniversário, e lembrei-me que me tinha esquecido que a minha amiga Rita também fazia anos por estas alturas… A propósito… PABARÉÉÉÉNS RITAAAAAAAA!!! E desculpa mas no dia dos teus anos eu estava num casamento em Minas Gerais, rodeada por pessoas que a ninguém fariam lembrar os teus 22 anos de juventude, e a tentar perceber porque é que no lugar do bolo havia um tronco com pequenos tijolos de goiabada em cima.

5ª Feira – sem dúvida o êxtase da semana! A Siu, que já não trabalha comigo, foi-se embora da empresa. Partiu para outras experiências, mas não sem antes fazermos um lanchinho surpresa clandestino! Que acabou por não ser surpresa porque ela apanhou a Flávia a sair da cozinha com a faca do crime na mão (para cortar o bolo de laranja e a tarte de morangos)! Depois de toda essa emoção, fui ao cinema com a Marina!!! Que excitação, a primeira vez que não apanho o autocarro para casa depois do trabalho. Fomos ver “Saneamento Básico – o filme” apesar da minha prima pensar, vá-se lá saber porquê, que eu estava a ver “O cheiro do ralo”. O filme (o do saneamento) é uma comédia brasileira que recomendo a toda a gente! Como aqui em SP as únicas pessoas a quem posso recomendar são os meus primos e os meus colega de trabalho, espero que em território português a dica se estenda um pouco mais além. O regresso a casa foi by táxi, mas só depois da Marina interrogar o motorista, apontar os dados dele e me fazer prometer que lhe ligava quando chegasse a casa! Qualquer dia até eu começo a ter medo de viver em SP…

6ª feira – o dia começou bem: perdi o autocarro. Como diz a lenda, o único dia em que uma pessoa se atrasa, é o justamente o único dia em que o desgraçado passa a horas! Já faz calor em S.Paulo! As temperaturas rondaram 20/25 graus, o que não está nada mau para quem começou a semana a sair de casa quando estavam 4 graus na rua (sombra ou sol era indiferente, dado que ainda é de noite quando eu saio de casa). A marina descobriu que pequeno almoço é café da manhã e que fixe é “legáu”. Ela tem feito progressos enormes e agora já quase consegue perceber o que eu digo sem ter que estar a ler os meus lábios!!!

As notícias do fim-de-semana serão publicadas com maior imediatez. E olhem que eu ‘tou djizendo!!! Sim! Purrquêu tambeim já istjivi em Inglátérra!!!

Comentários

Enes disse…
hehe isso tá a animar!

Mensagens populares deste blogue

O síndrome de Bridget Jones

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens