Revisão de prioridades


Alê e Lóló, as guerreiras da fila do Super-mercado!

Estabelecer prioridades não e fácil. Mas levar com pessoas mal-educadas, porém, estabelecidas legalmente como prioritárias, é ainda mais difícil.

O que fazem as meninas frágeis e delicadas que carregam um cesto de compras do super-mercado a abarrotar?

Estacionam na primeira caixa que avistam no horizonte.

Foi isso que eu e Laura fizemos - “Vai já esta”.

Estacionadas que estávamos, para fazer o check out das nossas compras, começa um carrinho azul a tentar uma ultrapassagem perigosa. Com tranquilidade, reposiciono o meu traseiro de modo a bloquear o caminho e penso “Mas esta não está a ver que nós estamos à frente?”.

No entanto, a senhora do carrinho azul olhou para mim como quem, de facto, não está a ver que eu estou ali e tentou novas investidas. As novas investidas votaram a ser bloqueadas.

Eis se não quando, se ergue um berro atrás de nossas cabeças “OLHE, EU SOU PRIORITÁRIA!!!, mas atenção, um berro como se a fosse a declaração de independência do Brasil!

Ao que eu, empunhando um frasco de Nutella, e completamente abananada, respondo, olhando Laura: “Mas é prioritária porquê?”. E a do berro pergunta se aquilo não é uma caixa prioritária… Digo que não muito segura de mim. Mas rapidamente se desfalecem todas as minhas certezas quando recuo um passo e vejo o tenebroso sinal, com bonequinhos de senhora grávida, deficientes e afins…

Era de facto uma caixa prioritária. E então? Ela tinha um ar tão prioritário como eu! E com esse mesmo ar me ultrapassou mais o carrinho azul, enquanto eu observava, perplexa.

Teve que ser a minha amiga Laura a chamar-me à razão, que é o que os amigos fazem nestas alturas “Alexandra, pousa o frasco da Nutella…” e depois, mais discretamente “Não vês que a senhora é coxa, tem que andar agarrada ao carrinho, queres o quê, pedir-lhe para ver as cicatrizes ou a perna de pau?”. De facto, tinha-me escapado este pormenor, a senhora também não era propriamente o Corcunda de Notre Dame, ora boals! Ainda assim, se a coxa se tivesse dirigido a nós num outro tom, explicando educadamente a situação, seríamos as primeiras a deixá-la passar, mesmo que não fosse uma caixa prioritária. Agora, não é por termos alguém a bufar atrás de nós que adivinhamos que é uma pessoa “prioritária”!

E a opinião pública estava do nosso lado! Sim, porque os senhores que estavam, efectivamente, à nossa frente, olharam-na de soslaio e acenando que não com a cabeça, em sinal de desaprovação. Até o acompanhante da coxa sorriu amarelamente, em jeito de desculpa.

Ainda a remoer a ultrapassagem da coxa, escutámos alguém dizer “Deixem passar a cadeira de rodas!”. Olhámos para trás e logo se esvaiu de nossas faces todo o matiz: imediatamente na nossa traseira, uma muleta, e atrás dela, uma velhinha numa cadeira de rodas!

“Oh não! Nunca mais vamos sair daqui!” penso eu, “Alexandra, já podes ir pondo as cosias no tapete…” diz a Laura, estrategicamente. Entretanto, a cadeira de rodas atropela involuntariamente a muleta e puff! Estala a terceira guerra mundial!

“Mas onde é que pensa que vai? Não vai a lado nenhum! Não vê que eu estou de muletas! Está-me a bater na muleta!!! Ai, eu estou a ter um dia hoje!!!”.

No calor desta discussão, com algumas indirectas ainda a fazer ricochete nas nossas pessoas, já tínhamos as compras todas ensacadas.

E se a muleta e a cadeira de rodas também quisessem fazer valer o seu estatuto de prioritárias, a Laura ia dizer que estava grávida!

Porque na guerra meus amigos, vale tudo!

Comentários

Lolly disse…
Na guerra, nas compras e até na estreia da ale no mac drive (!! sim, é possível uma pessoa ir pela primeira vez ao mcdrive aos 21 anos!), vale mesmo tudo...inclusive pedir batidos de morango que cheiram a fiambre (apesar de só o nariz da ale se aperceber de tal caracteristica)! Lol e assim se passou mais uma noite na pacata vila de Oeiras ;)****
Anónimo disse…
Mas o q é q aprendemos c isto minha querida? Caixa priritária nunca mais!

E já te expliquei q em Faro não há MAc Drive mas em compensação temos uma bela vista sobre a "marina" da capital do algarve e sobre a Ria Formosa, a principal reserva natural da região! Isto mete o teu MC Drive com vista pa praia de Oeiras ou Sto amaro ou lá o q é que chamam aquele meio m2 de areia, no chinelo!!!
Unknown disse…
Ahahahah tou vos mesmo a imaginar no supermercado a passar por isto... Ganda novela!! A Alexandra capaz de matar a "prioritária" e a Laura a rir que nem uma perdida e a olhar de soslaio!! Lindoooo!!
Tenho saudades vossas****Bjinhos

Mensagens populares deste blogue

O síndrome de Bridget Jones

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens