“Sonho” de uma noite de Verão



Estilo: Drama/com

Sinópse: 4 amigos que se encontram na noite Lisboeta e tentam descobrir se o DJ, que não tem cara de DJ, estuda informática ou engenharia. Durante a saga, são confrontados com algumas vicissitudes como gangs infanto-juvenis no primeiro comboio da manhã ou pessoas aprumadas a irem trabalhar, deixando atrás de si um rastro de remorso.



Personagens: Ale, Sonus, Margarida e Enes

Cenário: Lisboa: Bairro Alto – Tertúlia; Kubo; fila do Caldo Verde; Roulotte mais execrável de toda a 24 de Julho.

Acessórios: Sapatos de salto/plataforma; sangria; morangosca; shot “morte-certa” (bem ou mal, sobrevivemos todos).



Banda sonora: mega hits dos 90’s/Espanhola – Asereje; Macarena; Ricky Martin; Bamboleo; disco contemporânea; pa ra pa pa pa pa pa, afinal não, foi só para enganar!

Falas:

Figurante 101: “As vossas malas são uma fogueira”
- enquanto diz isto tenta, com dificuldade, aguentar-se em pé, com os braços esticados e as mãos estendidas sobre as nossas malas, simulando um aquecimento, como se elas fossem de facto uma fogueira, como se até estivesse um frio polar numa noite de Agosto em Lisboa!

Figurante 166: “O meu amigo tem nacionalidade da Antárctica porque esteve lá a fazer um mestrado sobre os pinguins. É verdade ele fala com os pinguins!”
- e ao dizer isto, começar a imitar um pinguim.

Figurante 208: Vocês estão com aqueles dois rapazes?
Ale. “Não”
Margarida: “Porquê?”
Figurante 208: “Porque eu e o meu amigo queríamos saber.”
Margarida: “Ah! Então estamos!”
– e vira a cara com desprezo.

Figurante 257: “Estou apaixonado”
Ale: “Não é recíproco”

Climax da trama: Momento em que o Pedro descobre que nasceu para dançar a Macarena (depois de descobrir que existe uma coreografia generalizada para a “Macarena”).



Desfecho: Trágico, numa espera interminável por um pitta e uma bifana, numa tentativa revoltada de convivência pacífica com os imigrantes da rolute mais execrável da 24 de Julho, após abandona da fila estanque, e com companhia indesejada, do “Caldo Verde”.

Comentários

Tracey disse…
LOOL o pedro não sabia que havia uma dança para a macarena? hahah =)
Anónimo disse…
Bem, vamos simplesmente fazer de conta que não escreveste "isecrável" (duas vezes!)....
Ale disse…
queres dizer execrável? pois n, n fui eu que escrevi isecrável!nem sei onde isso está! ;p
Alê disse…
e sim, o pedro n sabia q a macarena tinha uma coreografia, é assutador n é?
Lolly disse…
lindooo só a ideia de ver o pedro a dançar a macarena é formidável! para a próxima, exijo video!! ;)****
Margarida disse…
Ai, realmente a única coisa má da noite foi aquele desfecho... fico deprimida de cada vez que me vem à cabeça aquela imundice que fazia kebabs... bah

Mensagens populares deste blogue

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens

Um fim de ano especial, com festa no Palácio Real!