How do you want this post to end? Você decide!

Eu tinha certeza de que ia ganhar, mesmo sabendo que isso não aconteceria.

Ontem anunciaram o vencedor do “MTV untold stories”, um concurso que consistia em escrever o final de uma história para ser adaptada a um pequeno filme de prevenção contra a SIDA. O prémio era uma viagem à India para participar num congresso sobre a SIDA, uma câmara de filmar e o nosso final adaptado ao filme que passará na televisão, no âmbito desta campanha. Este último foi o que mais me aliciou. Que recém licenciado em publicidade e marketing, com um gosto pela escrita como se fosse bolo de chocolate (com recheio de chocolate), não gostaria de ver uma criação sua numa campanha assim, ainda por cima difundida world wide?
A concorrência não era forte, devo dizer, o que acalentou as minhas esperanças. Mas havia pelo menos um texto que estava melhor do que o meu. Então, fiz outros 2 ainda melhores. Foi aí que comecei a imaginar que roupa levaria para a Índia.
Ora qual não foi o meu espanto quando me deparei com a história vencedora. Li e reli, incrédula. Não só não era minha como, pior do que isso, não era minimamente melhor do que nenhuma das que eu, e muitas outras pessoas, escrevemos. "Mas então é isto?", pensei inconformada, como se a mais atroz das injustiças tivesse acabado de ser cometida.

O teaser do concurso pedia um “twist” para terminar a história e o final vencedor não podia ser mais previsível nem menos original. Não surpreende, não tem pathos, não desencadeia aquele “ah” na última frase e não toca o leitor (ainda que eu seja suspeita)...
E às tantas nem sequer tem a ver com a SIDA porque parece mais uma tragédia de violência doméstica tirada de um qualquer enredo de telenovela mal escrito. Não, também não é escandalosamente mau, mas está vertiginosamente longe de ser bom. É só mais um, no meio de muitos e, se não fosse pela enorme afro e aspecto gazeado do seu autor, passaria completamente despercebido.
Eu sei que parece despeito, até a mim me parece despeito! Mas não é. E faço questão de deixar aqui, em jeito de prova irrefutável, o link da página do concurso, onde podem ler exactamente o que acabei de descrever, palavra por palavra.

http://www.myspace.com/mtvuntoldstories

Não ofereço prémios mas convido a todos a terminarem este post, coisa sobre a qual já pensei e repensei, mas acaba sempre por transcender as minhas capacidades.
Digam-me vocês: afinal porquê? Porquê? Porque é que escolheram esta história?

Comentários

AP disse…
Sem ter lido nenhuma historia, penso que venceu a historia que mencionaste pela mesma razão que este blog tem os links em Italiano, o perfil em Inglês, e os posts em Português... ou seja, a MTV gosta de agradar a gregos e troianos de uma forma politicamente correcta, mas no fim agrada apenas aos que conhece melhor. ;)

Mensagens populares deste blogue

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Um fim de ano especial, com festa no Palácio Real!

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens