"És a raiiinha da noite..."


A Neuza foi passar o fim-de-semana a San Sebastián e eu e a Rita ficámos sozinhas em casa. Sozinhas salvo seja, o Poltas (o nosso poltergeist de estimação para quem não sabe) esteve sempre connosco!

Sexta à noite decidimos fazer uma exploração pelo nosso bloco, porque no Google Earth pululam copinhos de coktail no nosso bairro. O que os copinhos de coktail não dizem é que são bares que já estão fechados, que nem sequer são bares, que as pessoas à porta são duvidosas e que o bar da esquina é de salsa e imigrantes clandestinos quarentões da América do Sul.

Nós fomos mais além dos copinhos de cocktail e descobrimos a paragem do nit bus, o restaurante take away e o restaurante de tapas, o bar das bebidas 2 por 1 all night long, o bar das cervejas a 1€ e dos chupitos a 2€ e a discoteca Mary’s Place, indicada pelos locais. Lançámos o charminho das expatriadas ao segurança e entrámos de graça, furando a fila. E em pouco tempo já estávamos na zona vip, com um carimbo preto numa mão e uma bebida oferecida na outra.

Sábado à noite já foi mais difícil entrar sem pagar: discoteca da moda, 18€, não estávamos em nenhuma lista, não conhecíamos nenhum RP, os seguranças eram mais e maiores e o porteiro insistia em falar connosco como se nos tivesse a vender droga “Vou-vos contar um segredo, também há um site para entrarem nas lista”. Claro que, estando nós à porta às 3 da manhã, esse segredo nos dava igual - expressão muy tipica.
Mas, mais uma vez, depois de um pequeno compasso de espera, a cantiga das desterradas com um brilhozinho nos olhos levou a melhor!

Não sei se é por causa daquela ideia generalizada de que os portugueses são todos pobres que ficam com pena de nós e nos deixam entrar de graça ou se será por sermos lindas, simpáticas e maravilhosas. Contudo, estou muito mais inclinada para a segunda opção!

A verdade é que as únicas portas que não conseguimos abrir (tirando a primeira do nosso corredor, na qual eu continuo a insistir em enfiar a chave) foram as do centro comercial Mare Magnum. A Rita tinha certeza que fechava às 11, mas afinal fechava às 10 e nós só conseguimos chegar lá às 9.55. Felizmente, ou não (após reflexão digestiva), a Haggen Daz fica aberta até mais tarde. E tenho-vos a dizer que a "crisis" é 1 fenómeno tão alargado que já chegou às bolas de chocolate com laranja (novo sabor) e de nozes da Macadamia (o gelado que se come só pelo nome, sem se saber ao certo se Macadamia é um local geográfico ou algum tipo de vegetação/cultivo).

Entretanto, a Neuza voltou e está a consultar as previsões do tempo com uma postura bastante científica, que contrasta com os hipopótamos e bolinhas cor de rosa do pijama dela. Aproxima-se então uma frente fria e podemos também precisar que entre as 4 e as 7 da manhã de miercoles, vai chover 7,4mm.

Barcelona vai ser invadida pelos pára-aguas.
Ainda bem que eu vou estar em Granada!

Comentários

Anónimo disse…
agora aqui está um post bem à dolce vita! nao convem perder o touch

Mensagens populares deste blogue

O síndrome de Bridget Jones

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens