O James Morrison trouxe-me a Inês!



Na última quinta-feira acordei com aquela sensação. Aquela sensação de que tinha mesmo que ver o mail porque era urgente!
Porque é que era urgente?
Isso já deixamos ao sexto sentido, instinto feminino, lado lunar, premonições, papo seco, o que lhe queiram chamar.
A verdade é que lá estavam eles, virtualmente dispostos em série.
Uns depois dos outros, anunciando todos o mesmo:
“Amanhã estou em Barcelona!”
Amanhã já era hoje e se calhar hoje já era tarde de mais…
Felizmente, o destino prevê bem os tempos dos nossos passos e ao entardecer lá nos encontrámos, sob o indicador imperioso de Cristóvão Colombo.
Demos aquele abraço que quase belisca para ter certeza que é verdade e jantámos tapas ao lado da catedral.
Seguiu-se o concerto do James Morrison, previamente entrevistado pela minha visitante inesperada.
As palavras não cabiam na boca e extrapolaram em conversas que teriam durado a noite toda, se o tempo não fosse tão Tio Patinhas!
Agora resta esperar que as low cost sejam generosas nos próximos meses e ela volte rápido, para ser devidamente apresentada a Barcelona.

Ou então, talvez seja minha vez de fazer uma surpresa a Lisboa… quem sabe?

De qualquer maneira, obrigado James, you definitely gave me something!

Comentários

Tracey disse…
oh!! tu foste tão querida e ela escreveu"já não gostava muito" lol
i disse…
gosto muito sim senhora!!! as viagens inesperadas servem para isso! para responder às mais terríveis dúvidas existênciais.
Bem, e barcelona que me espere, hein? Isso das bebidas virem com um shot gratis é uma coisa mesmo simpática... hehe
Lisboa, quando?

Mensagens populares deste blogue

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens

Um fim de ano especial, com festa no Palácio Real!