Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2009

Em BCN foi assim

Na semana passada, um professor comentava que para acabar com a crise da publicidade (nada a ver com a crise económica) era preciso descobrir por que é que as pessoas são de um clube de fuetbol. Porque é que vivem esse clube tão intensamente? Na altura achei que a resposta era óbvia. Por questões de tradiçao e geografia. O amor ao clube passa de geração em geração, ou então surge por proximidade territorial. Em parte, continuo a achar que tenho razão. Por outro lado, não consigo explicar que um grupo de australianos tenha festejado o triplete do Barça de camisa oficial vestida, e risos e abraços, como se soubessem mesmo uma única palava do hino que estavam a cantar. Ao mesmo tempo, havia um “Beckham 7” à beira do pranto. Era um americano. La se vão a tradição e a proximidade territorial, porque assim de repente nao consigo imaginar dois paises mais distantes da Europa e cuja cultura desportiva seja menos dedicada ao futebol, do que a Austrália e os EUA. Depois deixei de pensar niss

Cálculos aos 22

365 x 22 8.030 dias X 24 192.720 horas X 60 11.563.200 segundos 6 meses valeram-me 3 anos E 3 anos valeram-me 1 ano e meio. 4 dias foram mais de 90 E foram um segundo em cheio. É uma contagem transcendente Que trespassa os cronómetros mais avançados E deixa as ampulhetas vazias. É vítima de um ponteiro indigente Que ticataca diegeses e diacronias. Quantas horas passaram sem passar? Quantos dias partiram, a voar? Quanto tempo ficou guardado Nas memórias dos castelos à beira-mar? O resultado final é exacto: A vida não se pode calcular.

"A corrente do meme"

Seja lá quem for o meme, ou a meme, ou o/a meme (porque isto hoje em dia nunca se sabe) convenceu alguém, que convenceu alguém, que convenceu alguém (…) que convenceu a Heleninha que convenceu a Camila que me convenceu a mim a listar as 8 coisas que quero fazer antes de morrer. Então cá vai: 1- publicar um livro 2- publicar outro livro 3- publicar toda uma colectânea de livros 4- viver em NY 5- ir ao Egipto, ao México, à Grécia e à Russia 6- comprar um vestido de casamento 7- ter um armário como o da Carrie 8- não morrer, isso seria estragar a surpresa! Agora é preciso passar a corrente do meme. Quer dizer, é preciso exercer o meu poder de persuasão para convencer 8 pessoas a fazerem o mesmo via post ou comentário..hum.. deixa ver… Nes? Lóló? Maga? Calitax? Rita?Pai? Mãe? Tio? Aliás é para isso mesmo que eu estou a fazer um mestrado em comunicação. Para promover a corrente do meme!!!

Uma quarta-feira especial

De repente, toda a gente se levantou. Começámos a pular e a gritar que nem loucos, numa imensa ovação. Elevaram-se também as bandeiras e o céu escutou foguetes. Na rua, as buzinas faziam a festa e as pessoas corriam felizes pelos passeios que, 5 minutos antes, estavam desertos e incertos. Abraços e sorrisos de euforia receberam a nova esperança. Tudo indica que se trata do pós meia-noite de um qualquer 31 de Dezembro. Ou do fim da corrida do Palio de Siena. Nada disso. Trata-se de um golo do Iniesta, nos últimos minutos de jogo, que coloca o Barça na final da Liga das Campeões. Trata-se de um espírito arrepiante, capaz de corromper todos os não aficionados, até mesmo os que estão aflitinhos para fazer chichi! Eles têm o Sant Jordi e o Sant Joan, mas não adianta, a maior festa da cidade é mesmo esta. E o Cristiano que me desculpe, mas eu mal posso esperar pela de dia 27!