Dobradinha à catalana

Começou a actividade. Sonoramente é quase como se estivéssemos num morro do rio de Janeiro em guerra ou no meio de uma tempestade tropical. BUM, PUM PUM, CABUM! Depois há buzinas, cornetas e crianças que gritam estridentes. Agora mesmo uma vizinha de meia idade e peso e meio assomou-se à varanda com um pequeno megafone azul do qual saía o hino do Barça. E não se pense que isto é só aqui no nosso bairro, em pleno coração dos bairros catalães. Não. São 91 km2 de cidade em festa cobertos com bandeiras esvoaçantes de azul e grená. E depois há Canaletas. Dizem que é uma fonte mas é mentira. É um bebedouro em frente à H&M, no princípio da Rambla. Esta noite, porém, será impossível aceder ao dito bebedouro porque é o ponto de encontro da celebração. Uma espécie de Marquês de Pombal cá do sítio. Mas este ano eu não vou. Já fui o ano passado, TRÊS VEZES! Este ano não é preciso ir para a festa, porque a festa vem até a mim. Aliás, com vizinhas com megafones azuis, querendo ou não, já me encontrou automaticamente englobada na festa.
“Campeooones, campeoooones somos campeooones!”

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens

Um fim de ano especial, com festa no Palácio Real!