Vamos esquiar!

Nao. Eu nao vou. Que mania. Em Barcelona toda a gente vai esquiar, porque toda a gente teve aulas desde pequenino. Como se saber esquiar fosse tao importante como saber nadar. E entao eu explico e replico que na Serra do Caldeirao, a Serra mais próxima de onde eu vivi a minha juventude, nao há pistas de ski. Há sobreiros, azinheiras e cegonhas.
Nao chega. Dizem que me ensinam. Que vou aprender e que vou gostar. Nao vou nada!
Já me tentaram ensinar uma vez, em Itália. Foi toda uma avalanche de desastre que desabou na pista infantil das montanhas de Roccaraso. Eu nao deslizo, eu caio para o lado. Eu nao vou para a frente, eu vou para trás e atropelo crianças inocentes. E depois morro de frio. Frio nas maos, frio na cara, frio nos pés, acho que até tive frio nos dentes. Tenho frio só de me lembrar.
Esquiar para mim foi um martirio. Na verdade, tudo o que se relacione com montanhas e neve numa versao mais realista que filmes e postais de Natal, nao está na minha lista de desejos. Eu sou uma vip da cidade e da cidade só saio para a praia.
Desde esta minha humilde perspectiva, ter fatos de ski pendurados no armário é tao estranho como ter escafandros. Além do que que roubam uma calamidade de espaço aos vestidos.
Assim sendo, nao vou, nao vou e nao vou!

Comentários

Enolough disse…
eu gostava de ter um escafandro no armario :D

Mensagens populares deste blogue

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens

Um fim de ano especial, com festa no Palácio Real!