Ny - take 3 - sold out

Ontem levámos uma coça da big apple. Chamou-nos “passarinhos” e riu-se na nossa cara.
O dia foi de sol, céu azul e menos frio. E o que é que se faz quando estas condiçoes atmosféricas se reunem? Vai-se à Estátua da Liberdade. Ou mais bem, tenta-se ir à Estátua da liberdade. Primeiro entrámos numa fila com perspectiva de 3 horas de espera. Depois descobrimos que essa era só a fila para quem já tinha os bilhetes para o barco. Entao entrámos noutra fila também com largas perspectivas para mais tarde descobrir que os bilhetes que incluiam subida à estátua já estavam esgotados. Muito bem, nao faz mal. Passeamos por Wall Street e cruzamos a Brookling bridge. Assim foi, desde o furioso bull, estrela de Finantial District , até à outra margen onde aterrámos a pé pelas duas da tarde. Fica a note: cruzar a Brooklyn Bridge nao é tao fácil como parece. Entre o tbuleiro que nunca mais acaba, a caravana de turistas que vento tenta levar e as bicicletas que gritam "Sai da frente ou atropelo-te" é toda uma aventura.






Consultámos o nosso guía: Grimaldi’s. A pizza mais famosa de Brooklyn e arredores e preço muito económico. Andámos à deriva durante meia hora mais para encontrar nada mais que uma desilusao. “Isto é a fila para o autocarro” disse ele. “Nao hà nenhuma paragem aquí.” Disse eu. Lá estava o toldo verde da Grimaldi’s e diante dele uma rua de gente disposta a esperar pelo menos uma hora para comer uma pizza. Ah nao. Eu vivi em Itália, eu comi pizza no Di Mateo, restaurante onde a Margherita nasceu, eu estou à beira de desfalecer e nao vou esperar mais de uma hora para comer uma pizza em Brooklyn!
E nao esperámos . Fomos ao restaurante do lado e saímos muito satisfeitos. Exceptuando terem-nos cobrado gorjeta sem avisar. Mas isso aquí é um roubo constante. Enfim, como ainda tinhamos muita tarde pela frente decidimos subir ao Rockefeller Centre. Chegámos às 4 da tarde. Já só havia bilhetes para as 6.30. Tinhamos um jantar às 8 num restaurante da moda. Deixámos para outro dia. Fomos entao à Abercronbie&Fitch que estava mesmo ali ao lado, claro, como nao, com uma fila que dava a volta ao quarteirao. NY é mesmo um lugar surpreendente. Alguém alguma vez viu fila para uma loja de roupa onde nao estavam a ofrecer nada?
Chegámos ao Beauty&Essex, aka restaurante da moda, meia hora depois da nossa reserva e ainda tivemos de esperar mais de meia hora para poder disfrutar de um lugar sentado à beira de uma mesa. E calhou-nos uma com vista directa à mesa dos bailarinos de “Dancing with the stars” e da Kristie Alley (quem???). Ah sim, aquela actriz que agora está gorda.



Todo um reboliço de entusiasmo ainda que para mim, o ponto alto da noite tenham sido os tacos de lagosta.
Depois decidimos que nos próximos días queríamos ir ver um show da Broadway. E a esta altura do campeonato já nao foi surpresa quando lemos “sold out” “sold out” “sold out”. Vá lá, conseguimos uns para 5 dias depois, preço assim-assim porque evidentemente os mais económicos já estavam esgotados.
And that’s it folks, quando vierem a NY comprem todos os bilhetes online e o mais antecipadamente possíve. E se puderem reservar dias de sol, nao hesitem!

Comentários

Jose Pereira disse…
Kristie vc está linda.... maravilhosa.... gostosa e poderosa.... gordinha... te amo muito por vc ser gordinha.... nunca vi uma gordinha tão linda e sexy como vc...

Mensagens populares deste blogue

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Um fim de ano especial, com festa no Palácio Real!

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens