Zoom in


Como encontrar de repente a fotografia de um ex namorado. Aquela única que sobreviveu às limpezas de gavetas e da alma. Já não pensamos nele. Já não queremos saber dele. Só não o esquecemos porque nunca o vamos esquecer. Só por isso.
E então de repente a imagem configura-se, inesperada, diante da nossa surpresa. Desperta todas as memórias de carreirinha, chama a saudade e dá arrepios.  Suspiro. Nostalgia. Amor. Sorriso. Uma lágrima. 
Porque é que não durou para sempre?
E nessa pergunta tudo são sonhos, morangos e gelado de chocolate. Não há pelos encravados. 
Foi perfeito.
Foi lindo.
Foi a cobertura em cima do cupcake.
Foi há cada vez mais tempo e os anos não conseguem apagar nenhum detalhe. 
Foi o meu Erasmus.                                                                                   
Hoje vi uma fotografia de Siena e foi assim. 

 

Comentários

Anónimo disse…
olá
"...Se quem fui é enigma,
E quem serei visão,
Quem sou ao menos sinta
Isto no meu coração. "
lê Pessoa que isso passa.
beijinhos
ruitio
ness disse…
continuo a dizer a toda a gente que foi o melhor ano da minha vida. tao feliz por ter passado a maior parte dele contigo xxx

Mensagens populares deste blogue

O síndrome de Bridget Jones

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens