Não é difícil...


Depois de ver status do facebook, blogs, notícias e um email da minha mãe, cheguei à seguinte conclusão: as medidas de austeridade são mesmo idiotas. São burras. São surreais de tão incoerentes.
Há uma coisa chamada think outside the box que geralmente é incompreendida e mal recebida pela globalidade das pessoas, mas define as maiores genialidades.
E depois há o discurso do primeiro- ministro que geralmente é incompreendido e mal recebido pela globalidade das pessoas, mas só define a diarreia mental.
Ocorreu-se-me um experimento sociológico simples, uma coisinha assim mesmo básica, para provar que o raciocínio do novo pacote de medidas “anti-crise” (ahahahahahahaha), tal como os anteriores,  insulta a lógica. Que a repudia! Que pronto, está mal. Que não pode ser!!!
Então é assim, coloquemos a questão a uma amostra aleatória de 10 criancinhas entre os 6 e os 9 anos:
Há uma quinta com laranjeiras. As pessoas da quinta têm que dar laranjas a um senhor chamado primeiro ministro. O dono da quinta ganha 5 laranjas. Os trabalhadores da quinta ganham uma laranja. A quem é que o senhor primeiro ministro pode pedir mais laranjas???
Arrogante que sou com os problemas equacionais do ensino básico, atrevo-me, por indisponibilidade da amostra, a pular a execução do estudo para extrair o que viria a ser a conclusão: uma criança da escola primária tem noções de matemática e bom senso mais desenvolvidas que o Sr. PM. E, ocupando o seu cargo, representaria um corte considerável na despesa do estado dado que os maiores vícios aos 6 anos de vida são batatas fritas, gomas e chocolates. 
Ah! E o Dragon Ball, se ainda der na televisão. 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens

Um fim de ano especial, com festa no Palácio Real!