Happy Valentine's!



Oooh o dia de São Valentim. O dia de São Valentim é uma grande treta. Um invenção capitalista para atiçar o espólio comercial que reside nas nossas ínfimas profundezas superficiais. Porque amar, amar é todos os dias, com olheiras e hálito a sandes de chouriço se for preciso.  Isso sim, é amor!
Agora o dia de São Valentim? O dia de São Valentim são balelas em forma de corações pirosos.
São flores arrancadas da terra sem piedade e embrulhadas em papel pouco ecofriendly. São beijos e mãos dadas em todos os restaurantes que temperam com indigestão os pratos alheios.
O São Valentim, esse pacóvio italiano, porque é que ele tem um dia? É só mais um estratagema oculto dos americanos contra os russos. Um bom catalão acrescentaria ainda que aqui o dia dos namorados é o dia de St. Jordi e o resto são "tonterias".
Concordo plenamente. O São Valentim é tudo isso e mais! Quando não se está apaixonado. Quando não se tem quem nos envie flores ao trabalho, com chocolates e notas de amor. Quando não se abdica de um baton para deixar recados surpresa no espelho. Quando não nos preparam o jantar e nos dizem “te quiero”. Quando não dormimos abraçados com alguém que, dia após dia se mantém incansável a aturar-nos e, por estranho que possa ser, até parece gostar de o fazer. E nesse dia, como em todos os outros, não se cansa de o demonstrar.
Então, nesses casos excecionais e afortunados, o São Valentim é assim: 




Comentários

Mensagens populares deste blogue

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens

Um fim de ano especial, com festa no Palácio Real!