Give it a try

Cheguei a Barcelona vazia.  Leve, sem planos nem expectativas mais além do mestrado. Saio de Barcelona cheia. Cheia de 5 anos de vida, de trabalho, de pessoas, de lugares.
“Um dia, vou saber os caminhos de trás para a frente”pensei, na primeira vez que dei uma volta pelo bairro. “Um dia, vou ser aquela rapariga que conhece toda a gente, que não faz filas e que dança nos espaços vip” pensei, na primeira vez que saí à noite. “Um dia, vou ganhar mais de 1.000€” pensei, quando consegui um part-time.  “Um dia, vou ter amigas como as que deixei em Portugal e como as que encontrei em Siena”pensei, quando todas as amigas que tinha em Barcelona se foram embora. “Um dia, aquele rapaz podia ser meu namorado” pensei, na primeira vez que vi o meu namorado.
Assim, pouquinho a pouquinho, devagar, devagarinho, eu fui conquistando Barcelona e Barcelona foi-me conquistando a mim.  Agora somos íntimas. Tudo o que eu fui pensando, foi acontecendo com avidez. Sem um ritmo marcado, com um compasso incerto, mas em sintonia com a realidade e quase sem desafinar. Aconteceu mais e aconteceu melhor. Sou feliz aqui. Não precisava mudar.
Já sei os caminhos, já conheço toda a gente, já não faço filas. Posso dançar onde quiser! Tenho as minhas amigas e o meu namorado. Tenho um trabalho em progressão.
Mas há muito, muito tempo que penso  “Um dia, vou viver em Nova-iorque”.
Esse dia já tem nome, já tem data e já tem um bilhete de avião marcado. Em grande parte graças a Barcelona. Porque Barcelona mostrou-me que arriscar vale a pena. Que sair da nossa zona de conforto faz-nos crescer, faz-nos mais fortes, faz-nos viver mais cada dia que passa. Barcelona contou-me que só depende de nós fazer acontecer aquilo que queremos que aconteça.  Barcelona disse-me que se não estamos felizes, qualquer outra coisa é melhor. Barcelona deu-me as oportunidades para não regressar a Portugal e proporcionou-me as condições económicas para ir embora. E para poder voltar quando quiser.
Então lá vou eu. Vazia outra vez. Leve, porque os sonhos não pesam.
Sem planos nem expectativas mais além do curso de guionismo.
E depois?

Depois logo se vê...


Comentários

Anónimo disse…
you can make it there, and you can make it anywhere. Bj Ruitio
Fatima disse…
Alexandra!! wow, que notícias trazem o teu blog. Parabéns, parabéns pela audácia =)
E a vontade que tenho de fazer o mesmo. Ainda por cima um curso de guionismo...

Mensagens populares deste blogue

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Um fim de ano especial, com festa no Palácio Real!

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens