Mercado de Domingo

Acho que não ia assim ao mercado de Domingo desde os tempos de Erasmus em Siena, quando faziam um mercado meio manhoso já nem me lembro bem onde, mas sei que era tudo uma pechincha.
Agora, nos arredores de Barcelona, no primeiro Domingo de cada mês montam um mercado num misto de jardins com armazéns, chamado Palo Alto. Há várias diferenças entre o mercado das pechinchas de Siena e este de que vos conto, a primeira sendo que este, mais que um mercado, é um evento. E por isso está a triunfar! A arrasar geral! O congestionamento de pessoas na fila para entrar e uma vez adentro, é caótico. 
O sítio é giro, há uma variedade muito grande de pequenos stands, e uma variedade ainda maior de food trays, que são aliás o grande atrativo do evento. Ninguém sai dali sem comprar comida e cerveja! Quanto ao resto, não me pareceu que se vendesse por aí além. Há roupas, chapéus, óculos, quadros, móveis, decorações e provavelmente mais coisas que não me lembro. Tudo em coexistência numa transgressão fashion-vintage-punk-trendy e mais e mais e mais.  
É diferente, só acontece uma vez ao mês por isso as pessoas não se cansam, e transformou-se num meeting point cool, num programinha de Domingo bem bom, até porque até ao Verão não há muitas outras opções para domingueirar.  
Comprei uns óculos de sol com lentes rosa, que ainda não tenho certeza se gosto ou não, mas agora tenho que usar sim ou sim.
Apaixonei-me por um cantinho cheio de peças de decoração com mensagens amorosas.


E ri-me muito com um conceito de merda, perdoem a expressão, mas é que se chama mesmo assim “The good shit”. Havia uma rapariga com um cocó colorido gigante na cabeça a fazer caricaturas das pessoas em forma de pequenos cocós, se é que podem imaginar.  Os retratos eram grátis e havia uma motoreta com atrelado toda  pim-pim, também ela com um bonito cocó colorido no topo.  Não sei se era assim alguma coisa filantrópica só para animar o povo, ou se realmente vendem alguma merda (trocadilho inevitável).




Uma experiência a repetir!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O síndrome de Bridget Jones

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens