Temporada inaugurada

Foi uma decisão fácil: e porque não hoje? O sol está mesmo a pedi-las, o tempo não tem mais nada importante para fazer e as sandálias estão na porta à espera, ansiosas. O vestido era de alças e multiusos, pelo que servia perfeitamente.
O primeiro dia de praia é sempre uma ocasião marcante, por muito que se repita todos os anos. 
Realmente não há grande coisa para contar, apanhámos o metro, subimos pelo paseo Joan de Borbón até à Barceloneta, estendendo o nosso caminho um pouco mais, até a Hotel W, porque é uma zona mais sossegada.
Estreei biquíni novo e um páreo verde que me trouxeram de Bali. De resto, a praia estava igual a si mesma. A areia continua cheio de grãos e o  Mediterrâneo conserva o sabor a sal.  Não havia ondas , não havia muita gente, se bem que em Barcelona podemos sempre contar com pessoas de idade avançada a luzir palmito, que é como quem diz, a fazer nudismo.  Não entendo muito bem a lógica, eu pessoalmente acho que com 70 anos não vou querer andar por aí de bundinha ao léu. Talvez porque fosse algo impensável quando eles eram jovens agora o apreciem tanto esta falta de pudores. Top less há muito, a raridade é ver alguém com a parte de cima do biquini posta. Mas nudismo, são maioritariamente pessoas idosas. Vira-se a cabeça e olha-se para o outro lado, evitando algumas imagens frontais mais chocantes, e todos felizes.
A água estava gelada, tanto que doía no corpo, mas sem banho de mar com mergulho incorporado não seria um verdadeiro primeiro dia de praia!






Comentários

Mensagens populares deste blogue

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Um fim de ano especial, com festa no Palácio Real!

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens