Um fã inesperado

Há em Espanha um apresentador/humorista chamado Risto. O Risto faz-me lembrar o nosso Nilton,  divertido e nem sempre consensual, se bem que num tom algo mais controverso e menos amigável, também pela natureza dos programas que apresenta.
 Já tinha visto  o  Risto algumas vezes, aqui e ali, e esta semana encontrei-o num evento de música no Hotel W. De repente, assomou-se toda a gente ao photocall, como se tivessem a ali a distribuir colheradas de Nutella grátis, mas não, era só porque o Risto estava a tirar fotografias com os Djs. E  Seguiu-se a já típica panóplia de pedidos de selfies e fotos várias.  Eu cá fui à minha vida, que se não há Nutella não me interessa.
E porque é que eu vos estou a contar isto, aparentemente tão desprovido de interesse não é verdade?
Não desesperem, caros leitores, que tudo na vida tem um propósito (menos o estádio do Algarve, esse ainda dói na minha costela farense).
Ora Estava eu na amena cavaqueira quando alguém me tocou no ombro e murmurou um educado “Perdón?”. E eu virei-me, muito solícita, para encontrar o Risto com um sorriso aberto, perante o espanto geral. Maior espanto ainda quando ele me pediu para tirar uma foto com ele. E eu disse que sim e ele disse-me que pusesse uma cara de “actitud”, “no, no, mas actitud!”. Fiz uma careta qualquer, a jogo com qualquer outra que ele fez, e tivemos um momento selfie.
No dia seguinte, uma amiga que estava comigo no mesmo evento mandou-me uma foto do twitter do Risto. Ora adivinhem lá que foto é que era?!




Comentários

Mensagens populares deste blogue

O síndrome de Bridget Jones

Já cá estou outra vez, desculpem a demora...

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens