Já cá estou outra vez, desculpem a demora...


E finalmente chegou o Verão, a bem dizer chegou há mais de dois meses, os meus posts é que vão atrasados.
Um dia não escrevi, deixei para amanhã. Mas veio amanhã e reconsiderei, se calhar não era assim tão interessante o que eu tinha para escrever, quando tivesse algo melhor logo escreveria.
E foi assim que deixei de escrever, basicamente por achar que ninguém queria ler.
Desisti. Atirei a toalha. Enfoquei-me no trabalho e nos meus workouts, boxe, jogging e toda uma parafernália de exercícios insuportáveis para esculpir glúteos pernas e abdominais, como se fosse agora começar uma carreira de top model depois dos 30.
Não vou…
Entretanto chegou o Verão e com ele a intransponível eminência de passar todos os minutos livres ancorada à beira-mar, no meu páreo redondo, onde cabe pelo menos uma família numerosa.
Ironias do destino, hoje está nublado e não tenho nada para fazer, portanto decidi voltar a escrever.
É uma decisão tão válida como qualquer outra, que andava a meditar há meses, provavelmente desde que deixei de escrever…
Por um lado, tinha preguiça, por outro tinha medo de que as minhas palavras estivessem em greve, por tantos meses sem trabalho.
Aproximadamente 5 meses (a roçar os 6) sem escrever no blog. Nem no blog nem em lado nenhum, tirando a caixa de escrita retangular do Gmail, o que não deixa de ser triste.
E pensando bem até tinha coisas que contar: como Londres ao sol é rara e maravilhosa, como a Páscoa em Milão pode ser deliciosa, como me apaixonei por Amsterdam, como fui a um casamento em Itália que durou 3 dias de festa. Aliás, depois desse casório já não me quero casar, desisti da ideia porque sei que nem no meu próprio casamento não me vou divertir tanto como naqueles 3 dias em Pesaro.
Tenho também uma grande novidade, que ainda não sei avaliar se é boa ou má, uma parte de mim dá pulinhos de alegria, outra já sofre de remorso e dor de barriga: abriram uma loja de gofres (que também tem bolos, croissants de Nutella, cookies, batidos, etc) e outra de chocolate suíço, na minha rua, a dois passos da porta de casa!
E agora, como é que eu vou viver em paz???
Aconteça o que acontecer, prometo que vos vou contar, porque o essencial é isto: voltei a escrever e como bem se sabe, o mais difícil é (re)começar!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um fim de ano especial, com festa no Palácio Real!

Aproveito o 8 de Março para dizer que as mulheres deviam ganhar mais do que os homens